Marcus Williams: De recebedor a interceptar Drew Brees


O novato do New Orleans Saints, Marcus Williams, foi um recebedor no ensino médio. Mas seus treinadores o colocaram como safety no meio de sua última temporada por conta de uma lesão.


Não demorou muito para eles se sentirem bem inteligentes.

"Eu tive três interceptações [no primeiro jogo]", disse Williams. "E recebi uma oferta de bolsa no dia seguinte. Eu não tinha nenhuma proposta antes disso."

É algo óbvio dizer que a nova posição serviu para Williams, que foi por duas vezes Safety do time das estrelas da Pac 12, jogando por Utah, antes de ser escolhido na segunda rodada do Draft pelo Saints.

Mas, novamente, o jogador de 1,85m e 88Kg nunca parou de ser um recebedor.

Williams fez sua marca em Utah com suas habilidades com a bola - cinco interceptações em cada uma de suas duas últimas temporadas - Algo que o Saints menciona frequentemente como o principal motivo pelo qual o escolheram.

E ele começou a mostrar essas habilidades nesta semana no campo de treinamento do Saints, sendo destacado por uma intercepção em ninguém menos que Drew Brees em um exercício de 7vs7 na quarta-feira.

"É como um sonho tornado - se realidade, interceptar um dos maiores quarterbacks", disse Williams, acrescentando que seu objetivo é fazer jogadas como essa de forma mais consistente.

Williams disse que ser um recebedor no ensino médio definitivamente ajudou em suas habilidades com a bola. Seu atleticismo supremo também impressiona. Seu salto vertical de 43,5 polegadas(110cm) no combine da NFL teria sido o mais alto por um Safety desde 2005, isso se novato do Oakland Raiders, Obi Melifonwu, não o tivesse o ultrapssado por meia polegada.

Williams, porém, não confia exclusivamente apenas nessas características físicas.

"Eu sinto que o que eu me responsabilizo por fazer é ir e pegar a bola", disse Williams. "Desde que eu estava no ensino médio e na faculdade, é isso que eu sempre pratiquei em fazer. Ir e pegar a bola, estar na posição certa, assistir vídeos e se concentrar no playbook para me colocar na posição de fazer essas jogadas".

Ele trabalhou principalmente com a segunda linha (reservas) do Saints até agora no camp, embora tenha rotacionado com a primeira equipe em alinhamentos de três safeties. Se continuar encontrando a bola, ele encontrará o caminho para conseguir um lugar definitivo dentro do campo.

Texto de: Mike Triplett
Fonte: Espn.com

Comentários